Secretário da ONU elogia G-8, mas pede ação rápida

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, elogiou o comunicado final do G-8 (grupo dos sete países mais ricos do mundo e a Rússia) sobre mudança climática, segurança alimentar e desenvolvimento como um bom começo para atender a essas três questões. Mas ele ressaltou a necessidade de uma ação mais rápida de agora em diante, segundo reportagem do jornal Press Trust of India. "A discussão oferece uma direção inicial para os esforços globais que devem ser acelerados nas próximas semanas e meses", disse Ban, em um comunicado divulgado na conclusão do encontro dos líderes do G-8 no Japão. Ban também aprovou o "forte comprometimento" do G-8 em atender a crise mundial dos alimentos em uma parceria global para alimentação, facilitada e coordenada pela ONU. "O senso de urgência demonstrado pelo G-8 para lidar com as necessidades imediatas de alimentação, nutrição e insumos agrícolas por parte de dezenas de milhões de pessoas famintas no mundo é encorajador", disse ele."No entanto, o pedido do G-8 para que todos os países membros contribuam com essa responsabilidade humana compartilhada deve ser acompanhado por uma forte vontade de lidar com as causas estruturais dessa crise com um senso semelhante de urgência", afirmou ele, enfatizando a necessidade de aumentar significativamente o investimento público e privado em agricultura. As informações são da Dow Jones.

DEISE VIEIRA, Agencia Estado

10 de julho de 2008 | 09h01

Mais conteúdo sobre:
ONUG-8

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.