Secretário do Tesouro dos EUA recebe Lavagna

O ministro de Economia, Roberto Lavagna, iniciou sua viagem à Washington com o pé direito. O BID aprovou um crédito de US$ 1,5 bilhão de dólares para a Argentina e hoje será o primeiro ministro estrangeiro a ser recebido pelo novo secretário do Tesouro norte-americano, John Snow. Depois do jantar que teve ontem com o diretor do Hemisfério Ocidental do FMI, Anoop Singh, o ministro se reunirá hoje com Anne Krueger, a número dois do Fundo Monetário Internacional.Também se encontrará com o vice-presidente do Banco Mundial para América Latina e Caribe, David de Ferranti, e com o sub-secretário de Assuntos Econômicos do Departamento de Estado, Alan Larson.À noite, Roberto Lavagna, participará de um jantar na casa do embaixador argentino nos Estados Unidos, Eduardo Amadeo. O encontro com o diretor-gerente do FMI, Horst Köhler, acontecerá somente amanhã, assim como a reunião com o presidente do BID, Henrique Iglesias. Lavagna regressará à Buenos Aires, à noite. "O objetivo da viagem é mudar a percepção internacioinal sobre a Argentina porque viemos de uma situação de má percepção da realidade há muitos anos", disse o ministro. Ele critica que na década de 90, a percepção sobre o país era "hiperfavorável, que terminou como terminou, o que prova que era uma má percepção e, durante 2002, apesar da melhoria substantiva no plano econômico, político e social, há, ao contrário, uma percepção muito negativa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.