Secretário do Tesouro reitera que governo Bush apóia dólar forte

O secretário do Tesouro dos EUA, John Snow, reiterou que o governo Bush apóia um dólar forte e voltou a falar nos benefícios das contas de investimento pessoais como parte da reforma da Seguridade Social. "Nós apoiamos um dólar forte. Estamos focados nos fundamentos que estão por trás do dólar. O déficit é um deles. Ao reduzir o déficit, tanto de curto quanto de longo prazos, tornamos a economia norte-americana mais forte e melhor. Isso é bom", disse Snow em entrevista a um programa de rádio. O secretário está em Nova York reunido com executivos de Wall Street para discutir a necessidade de reforma da Seguridade Social e disse que as contas de investimento pessoais têm de fazer parte de qualquer mudança no programa. "Nenhuma decisão foi tomada sobre o tamanho (dessas contas), mas levando em conta o financiamento do sistema, quanto maior, melhor, do meu ponto de vista", disse Snow. O dólar reagiu pouco aos comentário de Snow desta vez. Às 13h10, o euro subia 0,37%, para US$ 1,3154, enquanto o moeda norte-americana cedia 0,33%, para 103,85 ienes. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.