Secretários de Agricultura atacam concessões à Argentina

Os secretários de Agricultura de todo o País pediram hoje ao ministro da Agricultura, Marcus Vinícius Pratini de Moraes, que o governo não abra mais concessões às empresas argentinas que atuam no setor agrícola. Por meio do presidente do Fórum Nacional de Secretários de Agricultura, Odacir Zonta, que foi recebido em audiência por Pratini, os secretários enfatizaram a necessidade da manutenção do acordo de preços, firmado no ano passado, que impediu a prática de "dumping" pelos fabricantes de leite em pó que exportam o produto para o Brasil.Zonta também reafirmou a necessidade de as autoridades sanitárias realizarem uma fiscalização rigorosa sobre as importações de maçãs, alho, mel e cebola e carne bovina procedentes da Argentina. Segundo ele, a produção Argentina não está isenta totalmente de pragas e poderá contaminar a produção brasileira nesses segmentos.O presidente do Fórum também disse que é preciso atuar com firmeza para impedir a entrada de arroz da Argentina e do Uruguai, com preços abaixo dos cobrados em seus respectivos países de origem. "Isso seria uma prática de dumping. Os problemas da Argentina devem ser resolvidos pelos argentinos", disse, lembrando que o País vizinho sempre procurou barrar mercadorias brasileiras para proteger seu mercado interno. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.