'Século 21 é o século do Brasil', diz Lula em programa de rádio

Presidente também afirma que país vai começar 2010 em 'situação de muito otimismo e de crescimento'

estadao.com.br,

14 de setembro de 2009 | 08h15

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira, 14, que "o século 21 é o século do Brasil" e que os mais recentes números da economia brasileira – que cresceu 1,9% no segundo trimestre do ano em relação aos três meses anteriores – mostram que o país vai começar 2010 em "situação de muito otimismo e de crescimento".

 

Veja também:

link'Governos dos países ricos são culpados pela crise', diz Lula

link'G8 não tem legitimidade para discutir crise', afirma presidente

especialUm ano após auge da crise, economia se recupera

especialPIB cresce 1,9% e Brasil sai da recessão

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise

 

Ele ressaltou, no programa Café com o Presidente, o cumprimento da promessa do governo de que o Brasil seria o último país a enfrentar a crise financeira internacional e o primeiro a sair dela. “Isso [números da economia brasileira] apenas confirma o que a gente dizia”, afirmou. Para o presidente, o Brasil estava preparado para enfrentar a situação por apresentar uma economia “sólida”, com reservas de mercado e com um mercado interno em potencial.

 

“Quando veio a crise e nós tomamos as medidas anticíclicas que tomamos, incentivando a indústria a produzir e facilitando a vida do consumidor, voltamos a bater recorde de produção e de venda de produtos. Acredito que os números do terceiro trimestre serão muito importantes e vão demonstrar um crescimento muito melhor na economia brasileira até o final do ano”, destacou.

 

Lula afirmou também que o fundo nacional com recursos obtidos pela venda do petróleo do pré-sal, previsto no projeto de lei enviado ao Congresso Nacional para regular a exploração, deve ser investido prioritariamente na educação.

 

(com Agência Brasil)

Tudo o que sabemos sobre:
Lulapré-saleducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.