Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Sede de secretaria estadual no Rio tem luz cortada por atraso no pagamento

Distribuidora não informou os valores em atraso; Rio é um dos Estados que mais sofre com a crise fiscal

Vinícius Neder, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2016 | 17h10

RIO - A sede da Secretaria de Estado de Habitação do Rio, no centro da cidade, teve a luz cortada nesta quarta-feira, 27, por falta de pagamento. A Light, distribuidora de energia elétrica da região metropolitana do Rio, confirmou o corte, mas não informou o valor do débito em atraso, alegando sigilo na relação entre a empresa e seus clientes.

"A empresa cumpriu todos os procedimentos regulatórios anteriores ao corte, bem como realizou diversas reuniões e contatos telefônicos com o cliente em busca da regularização do seu débito. Importante reforçar que a concessionária só toma essa medida depois de esgotar todas as possibilidades de negociação", diz nota enviada pela assessoria de imprensa da Light.

O Rio é um dos mais afetados pela crise fiscal que se abate sobre os Estados. O governo estadual projeta para este ano um rombo de quase R$ 20 bilhões nas contas. Diante disso, o governador em exercício Francisco Dornelles (PP) chegou a determinar o atraso do pagamento dos vencimentos de março de aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 2.000 líquidos. A decisão foi revertida pela Justiça na terça-feira, 26.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.