Segredos da cidadela

Machu Picchu é um verdadeiro fenômeno entre os turistas. Um único porém: vagas para julho são difíceis

, O Estadao de S.Paulo

04 de junho de 2009 | 00h00

A pré-colombiana cidadela secreta dos incas foi descoberta em 1911 pelo explorador americano Hiram Bingham para se transformar no principal ponto de visitação do Peru. A 2.400 metros de altura, Machu Picchu (ou "montanha velha", em quíchua) pode ser alcançada de trem ou a pé, a partir de Cuzco.A rota mais famosa para os que preferem chegar à região andando é a Trilha Inca, cujos caminhos construídos entre os séculos 15 e 16 se dividem por cerca de 40 quilômetros.E é necessário preparo para encarar esse desafio. Geralmente são quatro dias acampando a cerca de 3 mil metros de altitude - durante a noite, as temperaturas chegam a ficar abaixo de zero. A boa notícia é que agora é uma das épocas mais recomendáveis para a aventura: até outubro, dificilmente chove na região, o que torna menos complicada a caminhada morro acima. Se empolgou com o roteiro? Então saiba que é necessário reservar guias com muita antecedência para percorrer a trilha. Há um limite diário de turistas e a fila de espera costuma ser bem longa. Para se ter uma ideia, as vagas para o mês de julho já estão praticamente esgotadasOutra dica é comprar um pacote. Dessa maneira há mais estrutura e até carregadores de bagagens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.