Segunda etapa de vacinação contra aftosa termina amanhã em SP

A segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa e raiva dos herbívoros termina amanhã, em São Paulo, estado que iniciou a imunização no dia 26 de outubro, uma semana antes da data marcada no calendário oficial, em 1º de novembro. A medida ocorreu em virtude do surgimento de focos de febre aftosa em Mato Grosso do Sul e das suspeitas no Paraná. O pecuarista tem até 7 de dezembro para comprovar a vacinação e deve, de posse da nota dos produtos e a relação de animais imunizados, comparecer a um dos 40 Escritórios de Defesa Agropecuária (EDAs) do estado ou na unidade de defesa do seu município. Após esta data, agentes da Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, fiscalizarão as propriedades sem comunicação. Caso a vacinação não seja feita ou não for confirmada, haverá autuação e determinação para a imunização de todo o rebanho. O pecuarista que descumprir a legislação e os prazos está sujeito à multa de R$ 66,50 por cabeça não vacinada e se deixar de comunicar a vacinação a uma multa de R$ 39,90 por cabeça. O Estado de São Paulo vai completar dez anos sem registrar foco de febre aftosa na próxima etapa de vacinação, em maio de 2006. Em maio deste ano o índice de imunização voluntária atingiu 99,41% do rebanho. Além da aftosa em todo o Estado, em 14 regiões paulistas o pecuarista deve vacinar seu rebanho contra a raiva. Os prazos para confirmar a vacinação e as penalidades para os que não cumprirem a lei são os mesmos dos da aftosa.

Agencia Estado,

29 Novembro 2005 | 16h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.