Segurança da informação já preocupa empresas

Outro fator a ser considerado na liberação do uso de smartphones por executivos, lembra Glaucy Bocci, do Hay Group, é a segurança da informação referente aos clientes, especialmente em caso de perda ou extravio do aparelho. No caso do Hay Group, conta a executiva, primeiro foi liberado o uso do e-mail corporativo no BlackBerry e, depois, para o iPhone.

, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2011 | 00h00

Essa preocupação, aliás, já começa a influenciar as decisões das grandes fabricantes de aparelhos móveis. Nesta semana, no Congresso Mundial de Telefonia Móvel, em Barcelona, a coreana Samsung incluiu ferramentas de segurança cada vez mais valorizadas pelo mundo no smartphone Galaxy S II. Entre as novidades estão conexão segura a redes VPN, rastreamento de aparelhos perdidos e o serviço de e-mail Microsoft Exchange.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.