Seguro de carro: juros estáveis no parcelamento

Segundo pesquisa da Agência Estado com 12 empresas seguradoras, entre os dias 4 e 6 de junho, as taxas de juros no parcelamento de seguros de automóveis registraram poucas variações em relação à pesquisa no início do mês de maio. As únicas mudanças registradas ocorreram no parcelamento de contratos em até quatro vezes. A taxa média registrou uma queda de 2,84% para 2,64% ao mês. Os contratos parcelados em cinco a sete vezes permaneceram com taxa de 3% ao mês, e os parcelados em 12 vezes, em 3,4% ao mês. Com isso, a taxa média geral caiu de 3,23%, registradas no início de maio, para 3,18% ao mês em junho.A menor taxa é cobrada pelas instituições Generali, Tokio e Minas-Brasil, com juros de 2% ao mês. Já a taxa máxima continua sendo cobrada pelas empresas Phenix e Marítima, com juros de 4,50% ao mês. Veja pesquisa completa no link abaixo.AlteraçõesNo mês de junho, somente duas empresas alteraram suas condições. A Cia de Seguros Minas-Brasil, que pela pesquisa anterior não cobrava juros no parcelamento em até quatro vezes, está com uma taxa de 2% ao mês nessa modalidade. No entanto, a empresa não cobra juros para a primeira parcela à vista em até 10 dias.A Unibanco Seguros também alterou sua tabela de preços. Pela pesquisa de maio, a empresa cobrava juros de 3% ao mês para contratos com pagamento em até dez vezes. Agora, o segurado que parcelar em até cinco vezes está isento de taxa de juros. O consumidor deve estar atento às empresas que trabalham com parcelamentos intitulados "sem juros". A isenção de juros pode parecer bastante vantajosa. No entanto, as mensalidades podem embutir um valor referente aos juros. É aconselhável, nesse caso, que o consumidor peça um desconto para o pagamento à vista. Na pesquisa, os parcelamentos ditos "sem juros" não foram considerados na composição das taxas médias. Tabela ResumoMaioAbrilparcelamédia (%)mínima (%)Máxima (%)Média (%)mínima (%)Máxima (%)até 42,6424,52,8424,55 a 7323,5323,58 a 123,424,53,4124,5

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.