Seguro de vida cresce 12,36% no 1º tri e movimenta R$ 2,8 bi

Entre os contratos que apresentaram melhor desempenho no período estão os turísticos e os prestamistas

MILTON F. DA ROCHA FILHO, Agencia Estado

06 de junho de 2008 | 07h40

O mercado de seguros voltados para pessoas, que possui, entre outros produtos, seguros prestamistas, educacionais, vida individual e de grupo, cresceu 12,36% de janeiro a março de 2008. No período, o segmento movimentou R$ 2,820 bilhões em prêmios de seguros, contra R$ 2,510 bilhões no primeiro trimestre do ano passado.Entre os seguros de maior representatividade no mercado, os que apresentaram o melhor desempenho foram os seguros turísticos, que evoluíram 26,14% alcançando o total de R$ 3,7 milhões, na comparação com os R$ 2,9 milhões no mesmo período de 2007. Os seguros de acidentes pessoais (coletivo) somaram R$ 429 milhões, o que representa um crescimento de 23,22% na mesma base de comparação.Outro tipo de seguro que cresceu foi o chamado seguro prestamista (aquele contratado pelas financeiras para garantir prestações em caso de morte, invalidez ou desemprego do comprador) que, por sua vez, cresceu 18,91% com um volume de R$ 558 milhões de janeiro a março de 2008, em relação aos R$ 469 milhões do mesmo período de 2007.O balanço consolidado do primeiro trimestre do setor de seguros foi elaborado pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi), entidade que representa 89 empresas que comercializam produtos de vida e previdência. A entidade elabora mensalmente balanço do setor com base nas informações coletadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). O levantamento não inclui o VGBL, considerado para esse fim como produto de acumulação previdenciária.Em relação a sinistros retidos (equivalente ao sinistro pago na integralidade, menos descontos de cosseguro cedido, resseguro cedido e outros descontos, mais retrocessão aceita), o volume desembolsado pelas seguradoras no primeiro bimestre de 2008 foi de R$ 980 milhões em relação aos R$ 942 milhões no mesmo período em 2007.RankingQuanto ao ranking das seguradoras no primeiro trimestre no segmento de seguro de vida, a Bradesco ocupa o primeiro lugar, com 16,84%, seguida pela Mapfre (9,93%), Itaú (8,87%), Companhia de Seguros Aliança do Brasil (8,02%), Santander (7,27%), Unibanco (6,54%), HSBC (4,80%), Metropolitan Life (4,44%), Sul América (3,18%), Tókio Marine (3,13%). As outras seguradoras representam 27,20% dos prêmios de seguros. As holdings foram consideradas para este ranking.

Tudo o que sabemos sobre:
Seguro de vida

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.