Seguro-desemprego nos EUA bate maior nível em 5 anos

Os pedidos de auxílio-desemprego feitos nos Estados Unidos na semana encerrada no último sábado (dia 26) aumentaram em 44 mil, após ajustes sazonais, para 448 mil, informou hoje o Departamento de Trabalho americano. Os pedidos estão no maior nível desde abril de 2003. Economistas esperavam queda de 8 mil.O Departamento atribuiu parte do aumento à recente extensão para até 13 semanas de benefícios de desemprego federais. Quando as pessoas foram pedir os benefícios prolongados, mais pessoas que o previsto acabaram se qualificando para receber novos benefícios de auxílio-desemprego. A média quadrissemanal cresceu em 11 mil para 393 mil pedidos, o maior nível desde outubro de 2005 e perto do nível de 400 mil normalmente associado com recessão econômica.Os benefícios recebidos há mais de uma semana saltaram em 185 mil, para 3,282 milhões, o maior nível desde dezembro de 2003. O aumento foi o maior em mais de dez anos. A taxa de desemprego para os trabalhadores que recebem o benefício aumentou em 0,2 ponto porcentual, para 2,5%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.