Seguro-desemprego terá reajuste de 9,67% em janeiro

O aumento das parcelas do benefício será calculado tendo por base o valor médio dos três últimos salários

estadao.com.br,

28 de dezembro de 2009 | 10h57

A partir de 1º de janeiro, o valor do benefício do seguro-desemprego será reajustado, tendo como base de cálculo a aplicação do porcentual de 9,6774%. A decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) foi publicada na edição desta segunda-feira, 28, do Diário Oficial da União.

 

O cálculo do valor do benefício obedecerá a três diferentes critérios. Se a média dos três últimos salários anteriores à dispensa for de até R$ 841,88, o valor da parcela será o resultado da multiplicação pelo fator 0,8 (oito décimos).

 

Quando a média dos três últimos salários anteriores à dispensa for compreendida entre R$ 841,89 e R$ 1.403,28, será aplicado o fator 0,8 (oito décimos) até o limite do inciso anterior e, no que exceder, o fator 0,5 (cinco décimos). O valor da parcela será a soma desses dois valores.

 

Quando a média dos três últimos salários anteriores à dispensa for superior a R$ 1.403,28, o valor da parcela será, invariavelmente, de R$ 954,21. As informações são da Agência Brasil

Tudo o que sabemos sobre:
seguro-desempregoempregoreajuste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.