Seguro: Procon indica regras para promoções

O consumidor deve ficar atento às promoções lançadas no mercado. O perfil do segurado é feito para avaliação de risco no cálculo dos valores dos prêmios. O questionário tem que ser objetivo. A seguradora não pode recusar a indenização a partir de critério subjetivo ou que possua múltipla interpretação. A idade, o sexo e o local de estacionamento (se coberto ou não) são detalhes que contam no desconto sobre o valor total. No preenchimento dos dados, a responsabilidade pela veracidade das informações é do consumidor, por isso deve ser preenchido por ele próprio e não pelo corretor. Se o risco for avaliado pelo perfil do motorista, o preço do seguro pode cair até 30%, mas se o sinistro acontece em situação diversa do que foi relatado no formulário, o consumidor pode perder a indenização, caso a seguradora comprove a má fé do consumidor.Um item relevante a ser avaliado na escolha do seguro é a concessão do bônus. Muitas seguradoras dão um desconto para quem não utiliza os serviços contratados. É muito importante que o consumidor leia atentamente a apólice antes de assiná-la. As empresas não têm o hábito de fornecê-la antecipadamente, mas o consumidor deve exigi-la. Outro ponto a ser verificado com cuidado é a cobertura. É bom saber, por exemplo, se danos provocados por enchente estão incluídos. Se não estiver, isto pode ser negociado.Veja nos links abaixo mais informações sobre seguro de veículos.

Agencia Estado,

19 de abril de 2001 | 13h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.