Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

-15%

E-Investidor: como a queda do PIB afeta o mercado financeiro

‘Sei que devo ficar em casa, mas tem de ser com fome?’

Segundo José Carlos de Assis, a comida parou de chegar no morro

Douglas Gavras, O Estado de S. Paulo

20 de abril de 2020 | 05h00

“Conta em banco serve para alguma coisa, quando a gente não tem o que guardar? Nunca sobrou muito, mas nos últimos dias, fiquei totalmente sem recursos.

Grande parte do que a gente consegue comer por aqui é catando frutas e verduras que sobram na feira ou em sacolões, mas até a feira teve de ser reduzida, para não colocar a saúde das pessoas em risco. A comida, então, parou de chegar. A gente fez uma horta entre os vizinhos e acaba comendo o que vem de lá, mas é pouco.

Não tenho internet e nem sei direito como pedir recursos, mas esse dinheiro ajudaria bastante quem se acostumou a nunca ter muito.

A gente se sente esquecido às vezes, por não ter o mínimo. Precisa de um hospital? Não tem. Nem escola e nem opções de lazer. Sei que todo mundo agora deveria ficar em casa. Mas preciso ficar com fome?” 

Tudo o que sabemos sobre:
vírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.