Selic já está em nível adequado, diz ex-presidente do BC

A taxa básica de juros (Selic) já teve um forte movimento de alta que pode terminar, avalia o ex-presidente do Banco Central Francisco Lopes. A Selic está em 11% ao ano, após altas consecutivas iniciadas em abril do ano passado, e o mercado aguarda o próximo movimento do Banco Central. "Acho que já está em um nível adequado", disse Lopes, após o XVI Seminário de Metas para a Inflação, no Rio.

DANIELA AMORIM, IDIANA TOMAZELLI E MARIANA DURÃO, Agencia Estado

15 de maio de 2014 | 19h01

O economista projeta que a taxa de inflação acumulada em 12 meses atingirá seu pico em agosto - podendo estourar o teto de 6,5% da meta - e depois tende a cair rapidamente, levando o IPCA de 2014 a fechar abaixo dos 5,91% de 2013.

"Acho que pode fechar o ano abaixo de 6%, eu apostaria", afirmou, mencionando a taxa de câmbio como uma variável favorável até aqui. O arrefecimento da taxa em 12 meses, entretanto, não deve ocorrer antes das eleições presidenciais, na previsão de Lopes.

Já o cenário inflacionário para 2015 é visto como mais nebuloso pelo ex-BC, a depender de variáveis como as correções das tarifas domésticas e a pressão da normalização das taxas de juros americanas sobre o câmbio.

"Haverá um efeito inevitável sobre a economia. Aí vamos ver a estratégia do governo que assumir em 2015. Vejo mais a médio prazo, em 2016, a inflação indo mais para baixo, para a faixa de 5%".

Tudo o que sabemos sobre:
BCmetas de inflaçãoFrancisco Lopes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.