Selic recua e bancos anunciam corte de juros

Em resposta ao corte de 1 ponto porcentual na taxa básica de juros, de 20% para 19% ao ano, conforme anunciou hoje o Comitê de Política Monetária, os bancos do Brasiil Bradesco e HSBC informaram que estão reduzindo suas taxas de juros. As reduções das taxas dos dois bancos vão beneficiar os custos dos empréstimos para os clientes pessoas físicas e pessoas jurídicas. No Bradesco, na pessoa física, os juros mensais do cheque especial caíram de 8,37% para 8,29%, na máxima, e de 3,11% para 3,08%, na mínima. As taxas mensais do crédito pessoal foram reduzidas de 5,87% para 5,80%, na máxima, e de 3,45% para 3,38%, na mínima. Para empresas, os juros do capital de giro caíram de 6,30% para 6,23% ao mês, na máxima, e de 3,22% para 3,15% ao mês, na mínima. O novo patamar de juros passa a vigorar a partir de amanhã. No HSBC, para o cheque especial para pessoas físicas, as taxas máxima e mínima caíram 0,07 ponto porcentual, de 8,45% para 8,38% por mês, e de 5,65% para 5,58%, respectivamente. No crédito especial, também houve redução de 0,07% nas taxas máxima e mínima, que passaram de 5,80% para 5,73%, e de 3,85% para 3,78%, respectivamente.O vice-presidente de varejo e distribuição do Banco do Brasil, Edson Machado Monteiro, anunciou redução dos juros do crédito e leasing de veículos de 2,80% para 2,72% ao mês. As taxas para a compra de equipamentos da linha de eletroeletrônicos caíram de 3,10% para 3,02% ao mês. O custo dos empréstimos para compra de pacotes de turismo foi reduzido de 3,10% para 3,02%. Os juros da linha de capital de giro para as pequenas empresas foram reduzidos de 3,03% para 2,96% ao mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.