Selic subirá em março, mas previsão de inflação cai, aponta BC

As previsões de mercado apuradas pela pesquisa semanal do Banco Central (BC) apontaram uma perspectiva para a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 19% ao ano em março. Hoje a Selic está em 18,75% ao ano. Ou seja, o mercado espera que na reunião do próximo mês, marcada para os dias 15 e 16, o Comitê de Política Monetária (Copom) eleve a taxa em 0,25 ponto porcentual. Esta é a terceira semana consecutiva em que a pesquisa semanal do Banco Central aponta para uma Selic neste patamar.A estabilidade das previsões ocorreu na mesma semana em que foi divulgada a ata da última reunião do Copom. Nela foi sinalizada a possibilidade de interrupção da trajetória de elevação dos juros iniciada em setembro do ano passado. Para o fim deste ano, as projeções de juros prosseguiram estáveis em 17% ao ano, enquanto a expectativa de taxa média de juros para 2005 subiu de 18,33% para 18,40%.Para o fim de 2006, a estimativa de juros ficou em 15% ao ano pela terceira semana consecutiva. As projeções de taxa média de juros para o próximo ano, por sua vez, aumentaram de 15,55% para 15,85% ao ano.Previsão de inflação recua mais uma vezA pesquisa do BC também apontou que as projeções de mercado para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de fevereiro recuaram de 0,60% para 0,57%. Essa foi a segunda redução consecutiva das previsões de IPCA para fevereiro, que estavam em 0,65% há quatro semanas.Para março, as estimativas do IPCA seguiram caminho inverso e subiram de 0,44% para 0,45% completando uma seqüência de quatro altas seguidas. A pesquisa registrou ao mesmo tempo um recuo das projeções de IPCA para este ano das cinco instituições que mais acertam suas previsões de médio prazo (Top Five) de 5,68% para 5,64%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.