Sem guerra, PIB mundial deve crescer de 3% a 3,5%, diz FMI

Caso não haja conflito armado no Iraque, o PIB mundial deve crescer entre 3% e 3,5% neste ano, e entre 4% e 4,5% em 2004. Caso haja uma guerra no Iraque, dependendo da duração e da intensidade dela, os números estimados para 2003 serão reduzidos para entre 0,5 ponto porcentual e 1,5 ponto. A afirmação foi feita hoje pelo representante do FMI (Fundo Monetário Internacional) no Brasil, Rogério Zandamela. "Isso afasta a hipótese de uma recessão mundial", disse Zandamela. Segundo ele, a guerra pode provocar recessão em alguns países, ser benéfica para outros e, no caso do Brasil, deve ter um impacto limitado. O FMI prevê crescimento de 2,0% a 2,5% para as Américas Central e Latina em 2003 e entre 4% e 4,5% para a região em 2004, caso não haja guerra. Este cenário sem guerra considera também o preço barril do petróleo em torno de US$ 25.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.