Sem Parar/Via Fácil estréia em mais 4 shoppings paulistas

O Grupo STP ampliará o sistema de pagamento eletrônico de pedágios e estacionamento Sem Parar/Via Fácil para mais quatro shoppings paulistas em outubro: Iguatemi, Shopping ABC, SP Market e Market Place. A previsão da empresa é de que até o final do ano o sistema seja instalado também em Porto Alegre e Curitiba, totalizando 12 estabelecimentos. A meta do grupo é atingir 25 shoppings até dezembro de 2007.O sistema, que processa mais de 12 milhões de transações eletrônicas por mês e movimenta R$ 130 milhões, permite que os clientes de shoppings estacionem sem a necessidade de retirar tíquete na cancela de entrada ou passar pelo caixa na saída. O mesmo sistema também é utilizado para pagamento automático de pedágios em algumas rodovias e já responde por 35% das passagens em pedágios nos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Ao todo são mais de 700 mil veículos cadastrados em todo o País.O sistema está disponível nos estacionamentos dos shoppings Eldorado, Jardim Sul, Morumbi, Tamboré, Villa-Lobos, do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e em 13 concessionárias do Estado de São Paulo. Também está em três concessionárias do Rio de Janeiro; nas balsas que fazem o percurso Santos-Guarujá (SP); em 13 praças de pedágio da concessionária Univias, no Rio Grande do Sul; e na Ecovia, no Paraná.O Sem Parar/Via Fácil permite que o veículo trafegue por todas essas regiões com um único chip (tag), com controle totalmente centralizado das transações. O motorista passa pela cancela de entrada do estacionamento sem precisar parar, nem se preocupar em retirar tíquete, nem passar pelo caixa. O pagamento da fatura também é facilitado, já que a empresa está integrada a 20 instituições financeiras e a todas as bandeiras de cartões de crédito.O sistema funciona por meio de um dispositivo (tag) fixado no pára-brisa do carro. Essa etiqueta eletrônica emite sinais de rádio, que são captados pela antena do pedágio ou estacionamento. Automaticamente, o mecanismo identifica o veículo, verifica a validade de créditos e abre a cancela. A informação vai para os computadores do Sem Parar/Via Fácil, que faz a cobrança posteriormente.Para instalar o dispositivo, o cliente paga uma taxa de R$ 48,34. Depois, recebe mensalmente uma fatura com os valores efetivamente gastos em pedágios e estacionamentos, acrescidos de uma taxa de serviços de R$ 8,62. O tag pode ser comprado pela internet e nos pontos de atendimento conveniados. A relação completa de revendedores pode ser obtida no site da empresa ou pelo 0800 150 252.O Grupo STP - Serviços e Tecnologia de Pagamento S.A. é controlador das empresas que operam os serviços Sem Parar, Via Fácil e Onda Livre. Foi criado em 2000, com o objetivo de implementar a cobrança eletrônica de pedágios e garantir a integração dos sistemas de pagamento automático em âmbito nacional. Os acionistas da STP são: Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), CCBR Catel, Primav EcoRodovias, Obrascón Huarte Lain do Brasil (OHL) e GSMP S.A.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.