finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Sem surpresas, Copom eleva taxa Selic para 18,75% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) repetiu a decisão do mês passado e elevou a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 0,5 ponto porcentual. Com isso, os juros que estavam em 18,25% passaram para 18,75% ao ano. O mercado financeiro já esperava esta decisão, que foi tomada pelos integrantes do Comitê de forma unânime. Ao divulgar o resultado, o Comitê usou a mesma frase das últimas quatro reuniões: "Dando prosseguimento ao processo de ajuste da taxa básica de juros, iniciado em setembro de 2004, o Copom decidiu por unanimidade elevar a taxa Selic para 18,75%, sem viés. "Esta foi a sexta elevação consecutiva da taxa Selic, sendo que cinco delas foram em 0,5 ponto percentual. Este é o mais longo processo de aperto monetário desde 1999, quando foi implantado o regime de metas de inflação. Com a decisão de hoje, a Selic passa para o maior nível desde a reunião de outubro de 2003, quando ela foi fixada em 19% ao ano. O Comitê também decidiu não colocar viés nos juros, o que faz com que uma nova alteração da Selic aconteça apenas na próxima reunião do Comitê, marcada para os dias 15 e 16 de março. A ata desta reunião será divulgada na próxima quinta-feira.

Agencia Estado,

16 de fevereiro de 2005 | 18h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.