Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Semana terá vários índices de inflação para orientar o Copom

O mercado financeiro tem como um das principais preocupações nesta semana os vários indicadores de inflação que serão divulgados. Os dados devem influenciar a decisão do Copom sobre o juro básico no dia 21, no término da reunião que começa dia 20. A taxa básica está atualmente em 26,50% ao ano e vendo sendo objeto de críticas de vários integrantes do governo Lula.Nesta segunda-feira, será conhecida a primeira prévia de inflação de maio pelo IGP-M; na terça-feira será a vez da inflação pelo IPC da Fipe na primeira quadrissemana deste mês. Terça será anunciada a inflação em abril pelo IGP-DI, da FGV, e pelo IPCA e pelo INPC, do IBGE. Todos atraem a atenção do mercado, mas o interesse estará voltado principalmente ao IPCA, considerado a inflação oficial porque é nele que esta baseado o sistema de metas de inflação adotado Banco Central na gestão de Armínio Fraga e mantido por Henrique Meirelles.Desta vez, o mercado está cauteloso e dividido em relação ao rumo dos juros, sobretudo depois do discurso mais conservador adotado pelos integrantes da equipe econômica sobre o tema nos últimos dias. Caso os índices de inflação desta semana sinalizem que os preços estão realmente em queda há possibilidade uma redução nos juros, ainda que mínima. No entanto, se os indicadores mostrarem que a inércia inflacionária persiste, o Copom deverá apenas adotar o viés de baixa.

Agencia Estado,

11 de maio de 2003 | 15h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.