Senado americano apresenta novo pacote de ajuda nos EUA

Plano de estímulo à economia é de US$ 156 bi, incluindo cheques de restituição de até US$ 500 por trabalhador

REGINA CARDEAL, Agencia Estado

28 de janeiro de 2008 | 19h10

O presidente do comitê de Finanças do Senado dos EUA, Max Baucus (Democrata, de Montana), apresentou um plano de estímulo à economia de US$ 156 bilhões, incluindo cheques de restituição de até US$ 500 por trabalhador. A proposta difere de uma a ser considerada pela Câmara dos Deputados na quarta-feira, que inclui uma extensão do auxílio-desemprego e um estímulo fiscal para companhias. O presidente George W. Bush tentou pressionar o Senado a aceitar o projeto da Câmara, negociado na semana passada com o secretário do Tesouro, Henry Paulson. "A Casa Branca afirma que nós não devemos retardar o acordo do pacote de estímulo ou impedi-lo", disse Baucus. "Eu concordo. Nós vamos melhorá-lo e aprová-lo imediatamente", acrescentou. As informações são da agência Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Plano de ajuda americano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.