Senado aprova indicação de Azevedo para diretoria do BC

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou por unanimidade a indicação de Rodrigo Azevedo para o cargo de diretor de Política Monetário do Banco Central (BC). O presidente da CAE, senador Ramez Tebet (PMDB-MS), apresentou requerimento de urgência para que a votação de sua indicação aconteça esta tarde no plenário do Senado.O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) quer urgência no encaminhado da votação de Azevedo,no plenário, porque, segundo o senador, se a indicação dele for aprovada até o início da tarde ainda há tempo de Azevedo participar da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) deste mês. A reunião começa esta tarde e prossegue amanhã, quando é divulgada a decisão sobre a reavaliação da Selic, a taxa básica de juros da economia.Atuação do BCEm sabatina no Senado, Azevedo avaliou que a sinalização mais importante que o BC pode dar para estimular a retomada dos investimentos na economia é a criação de "um ambiente estável e permanente para os investidores". Segundo ele, essa tem sido exatamente a linha central do BC. O diretor indicado fez essa avaliação em resposta a um questionamento do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), segundo o qual o BC, ao decidir elevar a taxa de juros na última reunião do Copom, estava mostrando preocupação maior em retrair a demanda, não levando tanto em consideração o efeito que o aumento da oferta de bens e serviços também tem para conter a inflação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.