Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Senado aprova MP que amplia desoneração de produtos da cesta básica

Além dos itens de consumo popular, desonerados desde março, outros produtos entram na lista; medida depende de sanção presidencial

Débora Álvares, da Agência Estado,

18 de junho de 2013 | 20h22

BRASÍLIA - Os senadores aprovaram há pouco, em plenário, a Medida Provisória 609, que desonera itens da cesta básica. De acordo com o texto, PIS, Cofins e Pasep deixam de incidir sobre mais de 40 produtos básicos. Além de itens de consumo popular (carnes, café, açúcar e manteiga) que já estavam desonerados das contribuições federais desde a edição da MP, em março, outros itens foram incluídos durante a análise do texto pela comissão especial.

São eles: pão de forma, frango industrializado, erva mate, biscoitos do tipo cream cracker, açúcar cristal, molho de tomate, vinagre, sucos de frutas, gás de cozinha, material escolas e produtos de higiene pessoal (como absorventes, fraldas geriátricas e papel higiênico). Para estes produtos, a desoneração só vai valer quando a presidente Dilma Rousseff sancionar a MP.

Além de isentar itens da cesta básica, a Medida Provisória permite o uso dos recursos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para subsidiar a redução média de 20% nas contas de luz. Esses itens constavam na MP 605, que perdeu a validade após o Senado se recusar a votar, devido ao tempo escasso para análise do texto.

Tudo o que sabemos sobre:
cesta basicainflacao

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.