Senado aprova novo modelo do setor elétrico

O plenário do Senado rejeitou na noite desta terça-feira todos os destaques ao projeto de conversão do senador Elcídio Amaral (PT-MS) que substituiu a medida provisória 144, que trata do novo modelo do setor elétrico. Agora, o texto retornará à Câmara, que se manifestará contra ou a favor das mudanças feitas pelo Senado. O plenário também aprovou, em votação simbólica, a MP 145 que cria a Empresa de Pesquisa Energética. Os senadores ainda tentam restaurar o texto original da Câmara, que transferiu a nova empresa de Brasília para o Rio de Janeiro José Ramos O acordo para votação ocorreu depois de reunião entre o líder do governo, senador Aloízio Mercadante (PT-SP) com outros líderes e com a ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff. Preocupada em garantir que o texto da medida provisória não fosse alterado em pontos considerados importantes pelo governo, a ministra Dilma Rousseff, foi negociar pessoalmente os destaques no gabinete do líder do governo no Senado.

Agencia Estado,

09 Março 2004 | 20h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.