Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Senado dos EUA aprova pacote para pequena empresa

Após mais de um mês de impasse político, o Senado dos Estados Unidos aprovou hoje o pacote de ajuda às pequenas empresas, que inclui US$ 12 bilhões em isenções de impostos. O pacote agora será enviado à Câmara e a votação deve ocorrer na próxima semana, segundo um assessor da liderança da bancada democrata.

RENATO MARTINS, Agencia Estado

16 de setembro de 2010 | 14h40

O pacote foi aprovado com 61 votos a favor e 38 contra. Todos os senadores do Partido Democrata, do presidente Barack Obama, votaram a favor. Todos os do Partido Republicano votaram contra, exceto George Lemieux (Flórida) e George Voinovich (Ohio), que se alinharam com os democratas.

Os US$ 12 bilhões em isenções de impostos incluem uma baixa contábil de 50% do investimento em compra de equipamentos novos em 2010, que beneficiará também as grandes empresas. No caso das pequenas empresas, os investimentos que elas poderão deduzir dos impostos a serem pagos em 2010 e 2011 será duplicado para US$ 500 mil.

O pacote cria ainda um programa de crédito de US$ 30 bilhões, para que os bancos regionais deem crédito às pequenas empresas. Diferentemente do pacote de ajuda financeira implementado em 2008, no auge da crise, a participação dos bancos nesse programa será voluntária. A taxa de juros a ser cobrada dependerá de quanto crescer o crédito às pequenas empresas concedido por cada banco.

Trabalhadores autônomos poderão deduzir seus gastos com seguros de saúde para si mesmos e seus familiares. Eles também poderão deduzir telefones celulares fornecidos por seus empregadores. Atualmente, esses itens são taxados como benefícios. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
pacoteEUASenadopequena empresa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.