Senado dos EUA deve votar liberação de 2ª parcela do pacote

Decisão de realizar votação nesta quinta veio após reunião entre equipe de Obama e senadores republicanos

Marcílio Souza, da Agência Estado,

15 de janeiro de 2009 | 11h44

O líder da maioria no Senado norte-americano, Harry Reid, informou que a Casa legislativa deve votar nesta quinta-feira, 15, a liberação da segunda metade do pacote de US$ 700 bilhões de ajuda ao sistema financeiro, o Tarp. De acordo com agências, a decisão de realizar a votação hoje foi tomada após o futuro chefe de gabinete de Barack Obama, Rahm Emanuel, e o futuro presidente do Conselho Econômico Nacional, Lawrence Summers, terem feito na quarta uma reunião urgente e a portas fechadas com senadores republicanos, para pedir a eles apoio à liberação do dinheiro.  Veja também:   De olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  Emanuel e Summers teriam tentando assegurar aos senadores que a segunda tranche será usada apenas para estabilizar os mercados financeiros e não para ajudar setores específicos, como o automotivo. Apesar disso, boa parte dos senadores parecia hesitante, após a reunião, em votar a favor da liberação dos recursos. "Eu teria de fazer um pedido mais detalhado para tomar US$ 10 mil emprestados do meu banco", disse o senador Jim DeMint, republicano da Carolina do Sul.  Uma das reclamações mais repetidas pelos republicanos é o fato de parte da primeira metade do Tarp ter sido usada para resgatar a GM e a Chrysler, depois de o Senado ter votado um pacote separado feito especificamente para elas.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.