Senado dos EUA eleva teto da dívida para US$ 12,4 tri

O Senado dos EUA aprovou, por 60 votos contra 39, a elevação do teto da dívida do governo do país para US$ 12,4 trilhões, nível US$ 290 bilhões superior ao atual. A medida já havia sido aprovada na Câmara de Representantes na semana passada. O projeto permite que o Departamento do Tesouro emita bônus suficientes para financiar as operações e programas do governo até meados de fevereiro. O Senado voltará a votar o projeto em 20 de janeiro.

AE-AP, Agencia Estado

24 de dezembro de 2009 | 15h51

O governo norte-americano acumulou um déficit recorde de US$ 1,4 trilhão este ano, em parte para conter a crise dos mercados e ajudar o país a recuperar-se de sua pior recessão em sete décadas. A votação da medida pelo Senado seguiu-se à aprovação de um amplo projeto de reforma do sistema de saúde do país. Essas foram as duas últimas votações do senadores este ano, que agora entram em recessão e só voltam a trabalhar em meados de janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAdívidaSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.