Senado dos EUA rejeita bloqueio a resgate; Obama agradece

O Senado dos EUA rejeitou na quinta-feira uma tentativa de bloquear a liberação dos restantes 350 bilhões de dólares do fundo de socorro financeiro, concedendo uma vitória antes da posse ao presidente eleito Barack Obama, que agradeceu. Obama disse na quinta-feira estar satisfeito e prometeu manter os contribuintes informados sobre como o dinheiro será gasto. "Eu sei que não foi uma votação fácil por causa da frustração que muitos de nós compartilhamos sobre como a primeira metade do plano foi implementada", disse Obama depois da sessão do Senado que discutiu a medida. "Houve muito pouca transparência e responsabilidade final, e isso não fez o suficiente para levar crédito aonde ele é mais necessário", disse Obama. Ele afirmou que colocaria rígidas condições para o pagamento de executivos, concederia mais empréstimos a pequenos empresários e mais transparência de modo que os contribuintes vejam onde o dinheiro está sendo gasto. (Reportagem de Deborah Charles)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.