Senado quer ouvir Meirelles e Mantega rápido, diz Mercadante

Presidente da CAE diz que senadores querem ouvir ministro e presidente do BC sobre crise e medidas adotadas

Cida Fontes, da Agência Estado,

14 de outubro de 2008 | 13h48

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado quer marcar o mais rápido possível audiência pública com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para que eles prestem esclarecimentos das medidas já adotadas e a evolução da crise financeira mundial, segundo o senador Aloizio Mercadante (PT-SP), presidente da CAE. Ele contou aos senadores que conversou nesta terça-feira, 14, com Mantega, que foi obrigado a adiar o seu retorno de Washington ao Brasil por conta de tempestade na região do Caribe. A data da audiência ainda não foi marcada. Veja também:Com crise, juro do crédito no Brasil é o maior em 2 anosEm meio à crise, empresas têm que pagar US$ 15 bi ao exteriorComo o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitosEspecialistas dão dicas de como agir no meio da crise  A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise Mercadante avaliou que a crise é global, mas o Brasil tem linhas de defesa. Apesar de mais otimista com o desempenho do mercado financeiro após o anúncio de medidas pelos países europeus e também pelo Banco Central do Brasil, ontem, o senador ponderou: "temos grandes desafios pela frente". O senador pretende, nesta tarde, fazer um discurso no plenário do Senado com uma avaliação sobre a crise financeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.