finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Senadores americanos pedem para que Burger King não vá para o Canadá

Um grupo de senadores dos EUA quer que o Burger King desista de seus planos para mudar seu domicílio fiscal para o Canadá como parte de um acordo para comprar a rede de café e rosquinhas Tim Hortons. O Burger King anunciou em agosto que planeja comprar a rede de restaurantes canadense por US$ 11,5 bilhões. O Canadá tem imposto corporativo inferior ao dos EUA e não requer que empresas lá sediadas paguem tributos adicionais sobre os rendimentos auferidos no exterior.

O Estado de S.Paulo

12 de setembro de 2014 | 02h06

Tudo o que sabemos sobre:
Burger King

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.