carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Sensação de inflação do consumidor no RJ ficou menor em novembro

A sensação de inflação do consumidor da região metropolitana do Rio de Janeiro atingiu em novembro o terceiro patamar mais baixo desde 2000, segundo informou hoje a Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), em sua pesquisa sobre o tema. De acordo com a instituição, o Índice de Sensação de Inflação, em uma escala de 0 a 100 pontos, passou de 30,95 pontos para 25,65 pontos, o que representa uma queda de 17,13% em novembro ante outubro."Foi a taxa mais baixa já verificada para um mês de novembro na Região Metropolitana do Rio de Janeiro e indica que o consumidor está comprando mais sem contabilizar possíveis efeitos da alta dos juros ou do aumento dos preços dos combustíveis", avaliou a instituição, em comunicado. Para a federação, o resultado é animador para o comércio, que espera vender 10% a mais neste Natal, segundo pesquisas anteriormente divulgadas pela federação.O coordenador do Núcleo Econômico da Fecomércio-RJ, João Carlos Gomes, esclareceu no comunicado que a desaceleração dos preços dos alimentos e a queda na cotação do dólar foram fatores significativos para esse resultado.Ao falar dos dois componentes do Índice de Sensação de Inflação, a federação informou que o Índice Financeiro ficou "praticamente estável", subindo 0,32% e passando de 74,84 para 75,08 pontos, de outubro para novembro. Já o Índice de Volume aumentou 12,62%, passando de 43,89 para 49,44 pontos de outubro para novembro, "comprovando que o consumidor foi às compras, com percepção de estabilidade nos preços", informou a Fecomércio-RJ, em seu comunicado.Para Gomes, a sensação de inflação deve cair ainda mais em dezembro, "embora sejam esperados efeitos da elevação dos preços dos combustíveis, que certamente terão reflexo sobre o encarecimento do frete", explicou.

Agencia Estado,

03 de dezembro de 2004 | 12h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.