Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Sensor Ipea prevê inflação menor e mais empregos

As expectativas do setor produtivo em relação à inflação para 2010 melhoraram no quarto bimestre do ano, de acordo com o indicador Sensor Econômico divulgado hoje pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo a pesquisa realizada com diversas entidades representativas de setores da economia em julho e agosto, o IPCA (índice oficial de inflação adotado pelo governo) deve fechar o ano em 5%. No bimestre anterior, a estimativa havia ficado em 5,5%.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

29 de setembro de 2010 | 12h53

A perspectiva quanto à geração de empregos em 2010 também melhorou no quarto bimestre, passando de 1,55 milhão para 1,6 milhão de novos postos de trabalho. Já as estimativas sobre os crescimentos do PIB e dos investimentos se mantiveram estáveis em 6,5% e 15%, respectivamente.

A pesquisa também aponta para perspectivas de crescimento no comércio exterior até o fim do ano, porém com menor saldo na balança comercial. A estimativa para as exportações em 2010 passou de US$ 180 bilhões para US$ 185 bilhões, enquanto a expectativa de importações aumentou de US$ 160 bilhões para US$ 170 bilhões.

De acordo com o Ipea, o setor produtivo também aposta em uma taxa de câmbio ligeiramente menor ao fim de 2010. A previsão para a cotação do dólar caiu de R$ 1,82 para R$ 1,80 no quarto bimestre. Além disso, os entrevistados esperam que a taxa básica de juros Selic (atualmente em 10,75% ao ano) encerre 2010 em 11% ao ano, ante previsão anterior de 11,5% ao ano.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoempregocâmbioPIBIpea

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.