Sentença do processo contra a Varig é adiada

A leitura da sentença da 33ª Vara do Trabalho em processo movido contra a Varig que estava prevista para esta quinta-feira foi adiada, sem prazo definido, segundo a assessoria do Tribunal Regional do Trabalho. A ação civil pública foi movida pelo Ministério Público do Trabalho e sindicatos. O processo tem o objetivo de caracterizar que há sucessão trabalhista de dívidas da antiga Varig para os donos da nova Varig. No mês passado houve uma cisão e uma parte operacional da empresa, que estava livre de dívidas, foi vendida para a VarigLog, ex-subsidiária de logística da empresa. A Varig antiga permanecerá no processo de recuperação judicial com o endividamento pesado do grupo e alguns ativos, como centro de treinamento de pilotos, alguns imóveis, e pelo menos um vôo entre São Paulo e Porto Seguro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.