Sentimento do consumidor nos EUA sobe em maio

O índice de sentimento do consumidor final de maio da pesquisa Reuters/Universidade de Michigan subiu para 73,6, de 72,2 em abril. A previsão dos economistas era de que o índice avançasse para 73,3 em maio. O dado preliminar para o índice havia sido estimado em 73,3.

DANIELLE CHAVES E CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

28 de maio de 2010 | 11h14

O índice de condições correntes ficou em 81,0, mesmo valor de abril; o índice de expectativas avançou para 68,8 em maio, de 66,5 em abril. A pesquisa mostrou também que em maio as expectativas de inflação em um ano subiram para 3,2%, de 2,9% no final de abril; para a inflação em cinco anos, as expectativas subiram para 2,9%, de 2,7%.

Atividade

O índice dos gerentes de compras de atividade no setor de manufatura do Instituto para Gestão de Oferta (ISM) de Chicago caiu para 59,7 em maio, de 63,8 em abril, abaixo também da previsão dos economistas de retração para 62. O subíndice de preços pagos cedeu para 64 em maio, de 71,4 em abril. O subíndice de entregas subiu para 65,1 em maio, de 64,9 em abril; o subíndice de emprego caiu para 49,2 em maio, de 57,2 em abril; e o subíndice de novas encomendas recuou para 62,7 em maio, de 65,2 em abril. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
sentimentoconsumidorEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.