S&P corta rating grego a 'CC', com perspectiva negativa

A Standard and Poor's afundou nesta quarta-feira o rating soberano da Grécia ainda mais em grau especulativo, reduzindo a nota para "CC", ante "CCC", argumentando que a reestruturação de dívida proposta pela União Europeia coloca o país em um "default seletivo".

REUTERS

27 de julho de 2011 | 14h38

A S&P disse em comunicado que a perspectiva para o rating é negativa.

Os líderes da zona do euro concordaram com um segundo pacote de ajuda à Grécia, no valor de 109 bilhões de euros (158 bilhões de dólares), na última quinta-feira.

De acordo com a proposta de reestruturação, que também exige uma contribuição de credores privados estimada num total de até 50 bilhões de euros até meados de 2014, os bancos e seguradoras trocariam voluntariamente os títulos gregos que possuem por papéis de vencimento mais longo, a taxas de juros menores.

A agência de classificação de risco vê a reestruturação como uma "troca problemática".

"Em nossa opinião, os termos tanto da opção de troca quanto a da rolagem parecem desfavoráveis a investidores", disse a S&P, acrescentando: "Sob nosso critério, caracterizamos um tomador de empréstimos problemático como aquele que, na falta de um alívio na dívida, não consegue pagar suas dívidas a tempo e integralmente".

A S&P disse que a compra de títulos soberanos gregos no mercado secundário não será vista como um default seletivo, porque as transações serão realizadas voluntariamente.

Contudo, a agência afirmou: "Em nossa opinião, a probabilidade de um futuro default em novos papéis deve permanecer elevada".

"Antecipamos que assinaremos um rating de grau especulativo para a Grécia, devido à nossa visão de que a Grécia provavelmente continuará sendo afetada pela elevada dívida sobre o PIB (Produto Interno Bruto) de pouco acima de 130 por cento do PIB no final de 2011 e às incertas perspectivas de crescimento mesmo após a reestruturação de dívida ser concluída."

(Reportagem de Daniel Bases e Caryn Trokie)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROSPGRECIAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.