S&P eleva bancos brasileiros a grau de investimento

A agência de classificação de risco Standard & Poor''s anunciou hoje que elevou a nota de risco de crédito (rating) em escala global de 10 entidades brasileiras em um nível. A decisão se segue à elevação da nota do Brasil a grau de investimento.Unibanco, Santander Banespa, HSBC Brasil, Banco do Brasil, Banco do Nordeste do Brasil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Eletrobras foram elevados a grau de investimento, passando da nota "BB+" para "BBB-". Bradesco, Itaú e Itaú BBA, que já eram grau de investimento com a nota "BBB-", foram elevados para BBB, uma nota acima da atribuída hoje pela agência ao rating em moeda estrangeira de longo prazo do Brasil. A perspectiva para todos os ratings é estável.As ações refletem a melhora no ambiente macroeconômico brasileiro, que deu suporte à elevação do rating do País. "Apesar de os ratings do Banco Itaú e do Banco Bradesco estarem uma nota acima do rating em moeda estrangeira do Brasil, eles permanecem fortemente ligados à qualidade do crédito sobreano, em razão da vulnerabilidade dos bancos à deterioração econômica e política que acompanha uma inadimplência soberana", disse a S&P em nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.