REUTERS
REUTERS

S&P eleva rating da Grécia e deixa país a dois degraus do Brasil

Elevação aproxima a nota de crédito grega da recém-rebaixada classificação dada pela agência à economia brasileira; upgrade veio apenas dias depois de o Parlamento da nação europeia aprovar novas medidas de austeridade

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2018 | 20h35

A agência de classificação de risco S&P Global elevou de B- para B o rating soberano da Grécia e manteve a nota em perspectiva positiva, deixando a nação europeia – que sofre há quase 10 anos com a pior crise fiscal de sua história – apenas dois degraus abaixo da nota de crédito do Brasil (BB-).

Há pouco mais de uma semana, a S&P anunciou o rebaixamento do rating brasileiro de BB para BB-, três degraus abaixo do grau de investimento, com base nos sucessivos atrasos na votação da reforma da Previdência no Congresso do País e na incerteza política em torno de outras reformas consideradas essenciais para o ajuste fiscal.

Já a decisão da agência de elevar a nota da Grécia ocorre apenas dias depois de o Parlamento local aprovar novas medidas de austeridade, que abrem espaço para que o governo consiga ter acesso a uma nova linha de financiamento dos credores internacionais. Os membros da zona do euro avaliarão a destinação da tranche – como são chamadas as parcelas do socorro financeiro – nesta segunda-feira, 22.

++Chance de descumprimento da 'regra de ouro' em 2019 é negativa para rating, diz Moody's

A S&P Global destacou que a saída da Grécia do programa de resgate é um fator positivo para o rating grego. A expectativa é que o país possa prescindir das linhas de financiamento de membros da zona do euro a partir de meados deste ano.

Além disso, a agência de risco avalia que o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) grego será de 2% em 2018 e projeta uma expansão média de 2,4% no período entre 2018 e 2021.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.