S&P eleva rating do Chipre de default seletivo para CCC+

A agência de classificação de risco Standard & Poor''s elevou nesta quarta-feira o rating soberano do Chipre de default seletivo para CCC+, com perspectiva estável, cinco dias após rebaixá-lo. O rating de curto prazo em moeda estrangeira e local também foi elevado, de default seletivo para C.

Agencia Estado

03 de julho de 2013 | 14h33

Os ratings foram rebaixados quando o Chipre anunciou uma troca de diversos bônus emitidos sob a legislação local. O governo cipriota ofereceu para os detentores de bônus a troca por papéis com o mesmo cupom (juro nominal), mas com vencimento mais longo, variando entre seis e dez anos. A S&P já havia afirmado que voltaria a elevar os ratings quando a troca da dívida fosse concluída.

No relatório de hoje, a agência destacou que a elevação do rating do Chipre também reflete outros dois fatores que aliviaram os problemas mais imediatos de liquidez do país. O primeiro é o desembolso da segunda tranche de ajuda financeira dos credores internacionais, no valor de 1 bilhão de euros. O segundo é a extensão do vencimento de bônus do governo cipriota para julho de 2014, de junho deste ano.

A S&P alertou que pode rebaixar os ratings novamente se o governo parecer incapaz de cumprir as condições do programa de resgate do país. Por outro lado, o rating soberano pode ser elevado se a economia cipriota se estabilizar mais rapidamente e em níveis mais altos do que os previstos atualmente. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ChipreS&Prating

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.