Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

S&P mantém ratings da China em 'AA-/A-1+'

A Standard & Poor''s manteve hoje os ratings da China em ''AA-'' e ''A-1+'', de longo e curto prazos, respectivamente. A perspectiva do rating de longo prazo é estável.

AE, Agencia Estado

29 de novembro de 2013 | 07h17

Em nota publicada hoje, a agência de classificação de risco disse que os ratings refletem o forte potencial de crescimento econômico da China, sua robusta posição externa e a posição fiscal relativamente saudável do governo.

Por outro lado, a S&P ponderou que a China tem fatores de crédito mais fracos do que o normal para países de ratings similares, incluindo uma renda média menor, menos transparência e um fluxo de informações mais restrito.

Além disso, a S&P avaliou que a estrutura da política econômica da China ainda está se desenvolvendo para se adequar a uma economia amplamente baseada no mercado, o que constitui outra fraqueza para os ratings soberanos do país.

A S&P também previu que os esforços para aprofundar as reformas estruturais e fiscais da China deverão prosseguir, após os recentes anúncios de políticas da liderança chinesa, e que a economia chinesa continuará tendo um desempenho relativamente forte, "embora o crescimento deva se desacelerar em relação à tendência histórica da taxa".

A agência projeta que o crescimento real do PIB per capita da China ficará em 6,7% entre 2013 e 2016, abaixo da média de 8,6% verificada nos cinco anos anteriores.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaS&Prating

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.