Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

S&P rebaixa classificação da dívida da Argentina

A agência de análise de risco Standard & Poor''s (S&P) informou que rebaixou as notas (ratings) de crédito soberano de longo prazo em moeda estrangeira e local da Argentina de "B+" para "B". A S&P também disse que reafirmou os ratings de crédito soberano de curto prazo em moeda estrangeira e local em "B". Além disso, a agência rebaixou o rating escala nacional da Argentina de "raAA" para "raAA-". A perspectiva para os ratings é estável."O rebaixamento reflete os crescentes desafios econômicos da Argentina", disse o analista de crédito da S&P Sebastian Briozzo. "Em particular, a pressão financeira, fiscal e de inflação aumentou enquanto a probabilidade de o governo adotar de imediato medidas corretivas para estancar as perdas da qualidade de crédito permanece baixa", disse Briozzo. O perfil financeiro soberano mais fraco - combinado com uma deterioração do ambiente político - torna a qualidade de crédito da Argentina mais consistente com um rating "B", segundo a S&P."Apesar de um superávit primário do governo federal que pode exceder os 3% do PIB este ano, esperamos que a situação fiscal básica da Argentina vai continuar a se deteriorar. A combinação de desaceleração do crescimento do PIB (de cerca de 6%-7% em 2008), o que afeta a receita do governo e a rigidez dos gastos baseados em um nível de crescimento mais rápido dos subsídios (como porcentual do PIB) tornará a administração fiscal mais difícil, colocando maior importância sobre a disposição política do governo para controlar as despesas quando necessário", segundo a S&P. As informações são da Dow Jones.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

11 de agosto de 2008 | 18h24

Tudo o que sabemos sobre:
ArgentinaratingS&P

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.