S&P rebaixa nota da Petrobras, com perspectiva estável

A agência de classificação de risco Standard & Poor''s Ratings Services reduziu o rating de crédito corporativo da Petrobras de BBB para BBB- (nível mais baixo da escala de grau de investimento), com perspectiva estável. Segundo a S&P, o gigantesco plano de investimentos da companhia para os próximos cinco anos em meio ao cenário de preços domésticos e internacionais mais baixos para o petróleo no longo prazo deve resultar num fluxo de caixa operacional livre negativo, o que exigirá um significativo esforço de financiamento.

GUSTAVO NICOLETTA E SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

10 de junho de 2009 | 20h18

"Por outro lado, vemos as perspectivas de negócio da Petrobras como favoráveis. O gasto de capital da companhia parece resultar, em grande medida, de uma perspectiva de produção abundante relacionada aos seus campos atuais e às descobertas na camada pré-sal", afirmou a agência em um comunicado. A S&P prevê que a Petrobras registrará padrões de crédito confortáveis até o final do ano, devido aos preços elevados do petróleo no mercado doméstico e à recuperação dos preços da commodity no primeiro semestre de 2009. Contudo, a situação deve gradualmente se deteriorar conforme a companhia implementar seu plano de investimento. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobrasrating

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.