S&P rebaixa nota de crédito da Espanha

A agência de classificação de risco Standard & Poor''s rebaixou a nota (rating) de crédito soberano de longo prazo da Espanha de AA+ para AA, e atribuiu à nota uma perspectiva negativa. Ao mesmo tempo, a agência reiterou o rating soberano de curto prazo para o país em A-1+. Em comunicado, a agência informou que o rebaixamento reflete principalmente a revisão em baixa, pela S&P, de suas projeções macroeconômicas de médio prazo para a Espanha. A agência disse acreditar que a diminuição do foco no crédito para estimular o crescimento econômico deverá resultar "em um período mais prolongado de atividade lenta do que o que prevíamos anteriormente", disse o analista de crédito Marko Mrsnik.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

28 de abril de 2010 | 13h12

"Nós agora projetamos que o crescimento real do PIB será de 0,7% em média por ano de 2010 a 2016, ante nossas expectativas anteriores de expansão de mais de 1% por ano nesse período", disse o analista. A S&P destacou que, entre os principais fatores que prejudicam as perspectivas de crescimento de médio prazo para o país estão o endividamento do setor privado, a inflexibilidade do mercado de trabalho, a baixa capacidade de exportação combinada com a diminuição da competitividade, a pressão sobre a qualidade dos ativos do sistema financeiro e a retirada do estímulo fiscal do governo como parte de sua estratégia para reduzir o déficit do governo geral para 3% do PIB até 2013. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
criseEspanhaS&P

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.