Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

S&P rebaixa perspectiva de crédito da Itália para 'negativa'

A agência de classificação de risco Standard & Poors rebaixou no sábado a perspectiva de crédito da Itália para "negativa", ante "estável", citando uma débil projeção de crescimento e menores possibilidades de que o país consiga reduzir sua grande dívida.

REUTERS

21 de maio de 2011 | 13h35

A revisão para baixo, que aumenta o risco de um corte na classificação da dívida soberana da Itália, pode aumentar os temores de que o contágio da crise da dívida grega e de outros países europeu chegue à terceira maior economia da zona do euro.

"Em nossa opinião, as perspectivas atuais de crescimento da Itália são débeis e o compromisso político de realizar reformas para melhorar a produtividade parece hesitante", disse a S&P em um comunicado divulgado no sábado.

"O potencial impasse político poderia contribuir para a baixa fiscal. Como resultado, cremos que as perspectivas da Itália para reduzir sua dívida geral do governo diminuíram", acrescentou.

A S&P afirmou que mantém suas classificações de crédito soberano "A+" de longo prazo e "A-1+" de curto prazo para a Itália, que está se recuperando lentamente de sua pior crise econômica desde a Segunda Guerra Mundial e tem uma das maiores dívidas públicas do mundo.

A Itália tem atravessado a crise financeira de melhor forma que alguns de seus pares da zona do euro, mas seu crescimento tem ficado abaixo da média do bloco por mais de uma década.

Muitos analistas dizem que a menos que adote reformas necessárias para melhorar fortemente seu potencial de crescimento, o país tem pouca possibilidade de cumprir sua meta de médio prazo de reduzir a dívida.

(Reportagem de Ian Simpson e Silvia Aloisi)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROITALIADIVIDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.