FELIPE MORTARA/ESTADÃO
FELIPE MORTARA/ESTADÃO

S&P rebaixa rating da Argentina, de B+ para B, perspectiva estável

Segundo a agência, PIB do país deve mostrar contração de 2,5% este ano e quase 1% em 2019

O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2018 | 14h06

A agência de classificação de risco S&P Global Ratings rebaixou a nota de crédito de longo prazo da Argentina de B+ para B e reafirmou o rating da moeda em B, com perspectiva estável.

O rebaixamento, diz a S&P em nota, "reflete uma erosão da trajetória de crescimento econômico da Argentina, a dinâmica da inflação e o perfil da dívida, após os reveses na implementação de desafiador programa de ajuste econômico".

Segundo a agência, o Produto Interno Bruto (PIB) do país deve mostrar contração de 2,5% este ano e quase 1% em, 2019. A S&P também acrescenta que os ratings da Argentina refletem seus perfis fiscal e externo fracos e flexibilidade monetária limitada, além do crescente endividamento.

Já a perspectiva estável "reflete nossa expectativa de que o governo implementará medidas fiscais, monetárias e outras medidas difíceis para estabilizar a economia nos próximos 18 meses", destaca a S&P. Com isso, o governo poderia definir o cenário para a recuperação econômica e conter a vulnerabilidade externa, diz a agência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.