S&P rebaixa rating da Repsol-YPF

A Standard & Poor's rebaixou ontem o rating corporativo de longo prazo da petrolífera Repsol-YPF de BBB para BBB-. A perspectiva do rating é negativa. O rating corporativo de curto prazo da empresa também foi reduzido, de A-2 para A-3.

O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2012 | 03h08

O rebaixamento se segue à decisão do governo da Argentina de expropriar participação de 51% da Repsol em sua subsidiária argentina, a YPF. A nacionalização da YPF vai prejudicar significativamente as métricas de crédito da Repsol, afirmou a agência. "Isso porque a YPF respondeu por 40% do Ebitda consolidado do Grupo Repsol em 2011, enquanto a YPF acumulava dívidas de € 2,3 bilhões, em comparação à dívida ajustada consolidada da Repsol, de € 17,6 bilhões", disse a S&P em comunicado. "Além disso, o valor contábil da YPF nas contas da Repsol era de cerca de € 5,7 bilhões em 2011, incluindo um empréstimo de € 1,5 bilhão concedido ao grupo Petersen quando este adquiriu uma parcela de 25% na YPF", completou. / DOW JONES NEWSWIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.