S&P rebaixa rating soberano do Chipre para 'CCC'

A agência de classificação de risco Standard & Poor's cortou nesta quinta-feira o rating soberano de longo prazo em moeda estrangeira do Chipre, aprofundando ainda mais o status "junk" da dívida do país.

Reuters

21 de março de 2013 | 19h43

O rating foi reduzido de "CCC+" para "CCC", em meio a uma crise bancária da ilha do Mediterrâneo.

O Banco Central Europeu (BCE) deu ao Chipre até segunda-feira para levantar bilhões de euros, com o objetivo de assegurar o resgate internacional, ou enfrentar o colapso do seu sistema financeiro que pode levar a sua saída da zona do euro.

"Nós acreditamos que, na ausência de uma fonte alternativa crível de capital e financiamento fiscal, o risco de um evento de crédito desordenado aumenta", informou a S&P em comunicado.

"Nós esperamos que, ao longo dos próximos dias, o Chipre e o Eurogroup (grupo que reúne os ministros das Finanças da zona do euro) ou outros parceiros possam chegar a um acordo alternativo", acrescentou a agência, antes de advertir que há risco renovado de fuga de capital que criaria a necessidade de implementação de controles para evitá-la.

O Chipre atualmente é classificado pela Moody's como "Caa3", com perspectiva negativa, e como "B" pela Fitch, também com perspectiva negativa. A S&P também tem perspectiva negativa sobre o novo rating.

(Reportagem de Daniel Bases, Luciana Lopez e Pam Niimi)

Mais conteúdo sobre:
MACROCHIPRESP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.