S&P reitera ratings da Rússia e eleva perspectiva para estável

Estimativa de déficit orçamentário do país para 2009, de 8,9% do PIB, pode ser dois pontos porcentuais menor

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

21 de dezembro de 2009 | 13h23

A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) elevou a perspectiva de crédito da Rússia de "negativa" para "estável" e reafirmou os atuais ratings do país, de BBB em moeda estrangeira e de BBB+ em moeda local.

 

Segundo um comunicado da agência, a ação foi motivada pela expectativa de que haverá melhora gradual na posição orçamentária e no balanço de pagamentos da Rússia, mas ainda há chance de um rebaixamento no rating soberano russo se o governo não conseguir controlar os gastos no próximo ciclo orçamentário.

 

De acordo com o analista de crédito Frank Gill, da S&P, a estimativa original de déficit orçamentário da Rússia para 2009, de 8,9% do Produto Interno Bruto (PIB), pode ser até dois pontos porcentuais menor. Ele afirmou também que as projeções de déficit do país para 2010 e 2011, de respectivamente 7,5% e 4,3% do PIB, são baseadas em estimativas conservadoras que fixam o preço médio do petróleo ao longo destes dois anos em US$ 59 por barril. A economia russa é amplamente dependente das exportações da commodity e seus derivados.

 

"Excluindo um declínio acentuado nos preços do petróleo para abaixo de US$ 60 por barril, esperamos que a posição orçamentária da Rússia volte a registrar superávits a partir de 2012. Em decorrência disso, na ausência de quaisquer choques externos adicionais, projetamos que as reservas fiscais retornem aos níveis de 2008 no final de 2012, em termos absolutos em dólares", avaliou a S&P.

 

A queda acentuada nas importações e a estabilização nos preços dos principais produtos exportados pelo país em 2009 também sugerem que a conta corrente da Rússia encerrará este ano com um saldo positivo superior a 3% do PIB. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.