Serasa aponta queda de 11,6% no total de títulos protestados

O volume total de títulos protestados de pessoas físicas e jurídicas caiu 11,6% em maio deste ano ante mesmo mês do ano passado, segundo levantamento da Serasa, empresa de análises econômico-financeiras, divulgado hoje. Foram 681 mil protestos em todo o País em maio. Nos cinco primeiros meses de 2003, a inadimplência total caiu 12% na comparação com igual período do ano anterior. No total, foram registrados 3,5 milhões de títulos protestados neste período. Segundo o estudo da Serasa, o volume de protestos só de pessoas físicas diminuiu 19% em maio (302 mil) na comparação com o mesmo mês de 2002. No acumulado deste ano, foram protestados 1,5 milhão desses títulos, ou 18,2% a menos do que em igual período do ano passado. Segundo a Serasa, a menor inadimplência de pessoa física mostra que o consumidor está mais cauteloso, evitando acumular compromissos com as compras a prazo. Inadimplência para pessoa jurídica também recuaDe acordo com a pesquisa da Serasa, o volume de protestos de pessoa jurídica também caiu. Em maio de 2003, foram protestados 379 mil títulos de empresas, o que representou uma queda de 4,6% em comparação com o mesmo mês de 2002. De janeiro a maio deste a no, o volume de protestos de pessoa jurídica (2 milhões) apresentou queda de 6,6% na comparação com os cinco primeiros meses do no anterior. Para a Serasa, as empresas evitam aumentar a participação de recursos de terceiros em sua estrutura de capital de vido aos juros elevados, que se intensificaram a partir do segundo semestre de 2002.O levantamento da empresa de análises de risco revela que o volume de falências requeridas em maio de 2003 registrou, em todo o País, queda de 5,3% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram requeridas 1,4 mil falências em maio de 2003. O total de falências decretadas cresceu para 673 em maio deste ano, ou seja, 39,3% em relação ao mesmo mês de 2002. O volume de concordatas requeridas (93) teve alta de 93,8% em maio deste ano comparado com igual mês de 2002. E o volume de concordatas deferidas (63) aumentou 40% na comparação entre maio de 2003 e o ano anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.